(017) 3342-5883      contato@ritasessadermatologia.com    |   

Como se manifestam as alergias de pele?

Além de incômodas, as alergias que surgem na pele também podem ser constrangedoras. Há diversos tipos de reações alérgicas, mas as preocupações começam quando manchas e bolinhas brancas ou vermelhas aparecem acompanhadas de um forte prurido, ardência e, às vezes, inchaço, dificuldade de respiração e hipersensibilidade. Esse problema não é contagioso e também conta com prevenção, controle e tratamento. 

Essa irritação pode surgir em qualquer parte do corpo, desde os lábios, até os braços, pernas, axilas, barriga etc. Nas crianças é mais comum aparecer em áreas de dobras, como a parte de trás dos joelhos, pescoço, nos cotovelos e no rosto. Aliás, por não terem o sistema imunológico completamente desenvolvido, elas são as maiores vítimas de alergias cutâneas. Estudos revelam que entre 5% a 6% de crianças menores de 3 anos desenvolvem alergia a algum tipo de alimento, sendo a lactose (açúcar presente no leite de vaca) a manifestação mais comum. 

Os tipos mais frequentes de alergia na pele são a urticária, a angioedema, a dermatite de contato e a dermatite ou eczema atópicos, que podem ser desencadeados por medicamentos, alimentos, picadas de inseto, contato com substâncias tóxicas e até problemas emocionais, como o estresse, a ansiedade ou a depressão.

Para evitar esses quadros, você pode fazer simples mudanças de hábitos diários: hidratar a pele no pós-banho, evitar chuveiro quente e contato com substâncias alergênicas, além de usar produtos específicos para manter a barreira de proteção da pele. Em casos de crise, dermatologistas podem indicar o uso de corticoides tópicos/orais emolientes que restauram o manto lipídico com ativos calmantes, como sabonetes, cremes e loções sem parabenos; água termal e protetor solar com textura leve.

Diante de qualquer sintoma aparente, consulte imediatamente o médico dermatologista. 

Fonte: Medical Site

22 de Agosto de 2019

Agende sua consulta!